Ceará 2014

Estádio Castelão

Arena em Fortaleza será a maior do Nordeste. Vai receber três jogos da Copa das Confederações e seis da Copa do Mundo, incluindo partidas do Brasil

por - postado em 16/02/2012
cast

O estádio Castelão será palco de 3 jogos da Copa das Confederações em 2013, com pelo menos um da nossa Seleção e outras seis partidas da Copa do Mundo FIFA 2014, sendo pelo menos um também do Brasil. Tanto destaque tem um motivo principal: a Arena da capital cearense que possuiu a obra mais avançada de todos os estádios da Copa e uma capacidade de até 67 mil torcedores. O projeto já se aproxima dos 75% de sua conclusão e tem previsão de entrega para dezembro de 2012.

 

Cerca de 1500 homens trabalham em períodos alternados no estádio e a estimativa é que até a obra ficar pronta, esse número aumente ainda mais. Entre os operários trabalham mais de dezesseis egressos do sistema carcerário e outros cinco profissionais com algum tipo de deficiência física.

 

As principais mudanças na praça esportiva são o rebaixamento do campo em quatro metros – que vai proporcionar 100% de visibilidade a todos os torcedores – e a aproximação das cadeiras inferiores ao campo. A distância, que era de 40 metros entre torcida e gramado, caíra para menos de 10 metros. Serão feitas também novas cabines de imprensa,  vestiários,  túneis de acesso ao campo, camarotes, a implantação de cadeiras retráteis, três restaurantes, mídia center, área de hospitalidade, lounge e área VIP.

 

Com um investimento total de 518 milhões de reias, o Castelão também vai ter uma cobertura com revestimento termo-acústico, que proporciona uma sensação térmica mais agradável. A estrutura não absorve calor e permitirá a circulação de ar dentro do estádio.  A estrutura metálica tem 30 mil metros quadrados de coberta, sendo 6 mil metros quadrados de policarbonato, usados para evitar o sombreamento e o contraste nas transmissões televisivas. A nova cobertura irá minimizar o impacto da vibração na estrutura de concreto das arquibancadas durante a realização dos jogos.

 

Outro fator importante do projeto de reforma do Castelão é a busca pela certificação internacional Leed, sigla em inglês para Liderança em Energia e Design Ambiental. A intensão é tornar o estádio sustentável. A obra já produziu mais de 50 mil toneladas de material britado que estão sendo utilizados como base e sub-base granular de todos os pavimentos apoiados sobre o solo, como nos estacionamentos cobertos.

 

O estádio contará com sistema de reaproveitamento da água da chuva para a irrigação do gramado. Também será usado um sistema de esgoto a vácuo, o que gera uma economia de 90% de água em comparação com o sistema convencional. Existe ainda um controle da qualidade do ar nas obras do Estádio, evitando a emissão de poeira através do lava-rodas dos caminhões que entram e saem do canteiro. A inovação consiste em uma passarela com saliências, que retém a maior parte dos resíduos e depois um tanque d’agua, que limpa o restante. Após ser usado, o líquido vai para outro reservatório e após a decantação volta para o lava rodas.

 

[Sedes]

Deixe seu comentário:

  • Rangel oliveira

    Gostaria de parabenizar todo empenho do governo do estado em não somente pensar na ferrramenta estadio e sim em legados que favoreção a cidade em geral… 

  • Rangeloliveira

     Gostaria de parabenizar todo empenho do governo do estado em não somente
    pensar na ferrramenta estadio e sim em legados que favoreçam a cidade
    em geral…

  • Jorgegadelha45

    Parabens Fortaleza, o estadio  é realmente maravilhoso.

  • Jorgegadelha45

    Estou comentando de Brasilia. Um abraço a todos os cearenses.

  • Abreu tu derruba o q é meu.

    Enquanto isso em Sobral…O VLT vai desabrigando varias famílias pois uma obra dessas sem fundamento dentro da cidade vai derrubar varias casas e o Governo quer pagar micharia para as famílias…

90 Minutos - Tudo Sobre a Copa

Newsletter

Cadastre-se e antecipe as jogadas!

TV DN

Facebook

Dicionário Cearense

Chei dos pau:

Bêbado, melado

Bruguelo:

Criança